Do lado de cá

08:16:00

 Muitos me viram no meu canto, sem reclamar, sem chorar, só ali no meu canto, mal sabiam eles que para estar ali precisei passar por um longo oceano, riscar meu corpo, mudar meu visual. Precisei deixar coisas importantes para trás, amigos, escola, tradições, lembranças     e passados que nunca passavam, deixei amores que no fim me deixaram no buraco, enfim,     precisei (re)começar.

  Era difícil tudo aquilo eu sei, mas também sei que no fim tudo ia se arrumar (ou não). Tive que me afastar de tudo o que eu amo para assim aprender a me amar.

    Hoje me encontro em uma cidade gelada, fria, verde, com muitas pessoas e muitos lugares e totalmente diferente do que eu estou acostumado. Mas diferente de antes, aqui eu posso ser quem eu quero,  posso fazer as minhas escolhas. São muitas coisas para fazer durante um dia, muitas pessoas para conhecer, novos costumes. Tanta gente e tanta solidão.

   Quando eu achava que ali era o fim de tudo uma porta pequena se abriu e nela eu encontrei o recomeço, aquele para mim era o ano em que tudo iria acabar, mas ele sobreviveu e eu também sobrevivi . A vida gritou: Agora é hora de crescer! Se foi difícil? Sim, aquilo bagunçou meu mundo, virou minha cabeça, tirou quase tudo o que eu tinha. O fim virou recomeço e enfim eu me permiti!

You Might Also Like

30 comentários

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram

Receba as postagens por e-mail