Perfeição é a doença da nação

05:44:00

I wish it Would be easy
  Hoje estava vendo alguns documentários sobre "Perfeição", ouvindo alguns depoimentos de jovens que fazem de tudo para ter o tão desejado 'corpo perfeito' me lembrei de como eu era a alguns anos: gordo, baixo, cabelo lambido, usando aparelho e óculos. Logo coloquei uma foto de mim antes e depois, e reparei a diferença evidente, hoje sou o oposto do que era antes.

 Vendo essas fotos, me veio na cabeça aquela musica "Pretty Hurts", me veio tudo o que passei para ter um "padrão" aceito pela sociedade, mas que padrão seria esse? "Cabelo loiro, corpo magro, a TV diz que quanto maior, melhor. Praia do Sul, tudo light, as revistas falam que quando menor, melhor." Isso foi o que Beyonce disse em sua musica, mas se formos analisar, uma não contradiz a outra?

 Barriga negativa, barriga tanquinho, corpos perfeitos, sorrisos no rosto, dentes brancos, cabelos impecáveis, pele bronzeada, horas e horas na academia, imperfeição? Não! Sempre ouvi pessoas falando que se inspiram em ''tal celebridade'', ou até em algum parente ou coisa parecida, e realmente essas pessoas eram um ícone da chamada "beleza aceita", mas creio que acima de ser perfeito você precisa ser FELIZ!

 No fim, os corpos dessas pessoas viram rascunhos da fantasia da sociedade, suas curvas e formas são mudadas por uma faca ou um bisturi e por fim suas características são modificadas, deixando-as totalmente diferente e ocultando a verdadeira pessoa que existe ali, por trás daquela máscara.

"Não há médico ou terapeuta que tire essa dor. A dor está lá no fundo, e ninguém te liberta do seu corpo. É a alma que precisa de cirurgia, é a minha alma que precisa de cirurgia. Sorrisos de plásticos e a negação podem somente te levar para mais longe, e você se destrói. Quando assina o contrato para a escuridão você deixou o espelho estilhaçado, e os cacos de um adolescente bonito." 


You Might Also Like

0 comentários

Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Instagram

Receba as postagens por e-mail